Foi o presidente Jair Bolsonaro quem deu ao ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sua maior munição para atacá-lo diante da invasão da Ucrânia pela RússiaAo se calar diante do conflito, Bolsonaro praticamente entregou o microfone na mão de Lula, que desde a largada da disputa presidencial trabalhou para reacender sua imagem junto à comunidade internacional.

Lula pegou embalo na satisfação da base bolsonarista em vendê-lo como uma espécie de salvador da pátria na viagem que fez poucos dias atrás à Rússia. E teve a oportunidade de tirar um sarro internacional com a cara do presidente.https://370679fb73c20301c6a3b607b7b42ceb.safeframe.googlesyndication.com/safeframe/1-0-38/html/container.html?n=0

“Quem acompanhou a imprensa nos últimos dias teve a impressão que teve mais gente instigando a invasão para justificar o seu discurso do que gente falando em paz. Parece até uma piada, o Bolsonaro foi lá falando que ia resolver a paz e agora eu acho que é importante mandar ele lá pra Ucrânia, para ver se ele consegue resolver o problema”, afirmou Lula.

“Como ele adora falar mentira, fazer fake news, ele foi lá e tentou passar para sociedade que foi lá numa missão. Até hoje a gente não sabe o que ele foi fazer lá”, emendou o petista.

Veja

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui