Biden avisa: desta vez, ao contrário de 64, não haverá ajuda

0

O porta-voz do Departamento de Estado do governo dos Estados Unidos, Ned Price, disse que o Brasil tem um “forte histórico de eleições livres e justas”, e pediu aos brasileiros que “confiem no seu sistema eleitoral” para “mostrar ao mundo a solidez e a durabilidade da sua democracia”.

A declaração de Price foi durante entrevista na Casa Branca ao ser perguntado sobre reportagem da agência de notícias Reuters. Segundo a Reuters, William J. Burns, diretor da CIA, ao visitar o Brasil há quase 1 ano, disse a membros do governo que Bolsonaro deveria parar com seus ataques ao sistema eleitoral.

Em 1964, sob a presidência do Democrata Lyndon Johnson, os Estados Unidos ofereceram ajuda militar aos que conspiravam para derrubar o presidente brasileiro João Goulart. A Marinha americana enviou uma esquadra formada por 1 porta-aviões, 6 contratorpedeiros, 1 porta-helicópteros e 5 petroleiros.

Não foi necessário. Antes que ela chegasse, o golpe estava consumado. Joe Biden, o Democrata que hoje preside os Estados Unidos, limitou-se a enviar o principal nome da espionagem americana para dizer que desta vez, se houver golpe, não haverá ajuda. Haverá, sim, oposição. E estamos conversados.

Metrópoles

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui