Câmara aprova urgência para tramitação de projeto que proíbe alterações no texto da Bíblia

0

O plenário da Câmara dos Deputados aprovou por 358 votos a 32, nesta quarta-feira (4/5), o requerimento de urgência para apreciação do Projeto de Lei 4.606/19, que proíbe alterar textos da Bíblia.

A proposta estabelece que fica vedada qualquer alteração, edição ou adição aos textos da Bíblia, composta pelo Antigo e pelo Novo Testamento em seus capítulos ou versículos, sendo garantida a pregação do seu conteúdo em todo território nacional.

Trata-se de projeto de lei de autoria do deputado Pastor Sargento Isidório (Avante-BA). O parlamentar defende que qualquer alteração no livro é “um ato mais que absurdo”.

“É flagrantemente uma intolerância religiosa, e porque não dizer uma ofensa para a maioria dos brasileiros, independente da sua religião. Por isso, nossa legítima preocupação em tombar esse texto sagrado através do Parlamento Federal, garantindo uma vez por todas, a inviolabilidade de sua redação e sua explanação pública no Brasil”, justifica o deputado na redação da matéria.

“A gente está abrindo um precedente muito perigoso, que é o Parlamento legislar sobre o que se faz no interior de cada uma das religiões”, disse a líder do Psol, Sâmia Bomfim (SP).

Com informações de Metrópoles e Poder 360

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui