Delator diz que Crivella usou esquema para conseguir apoio de Romário

0
50

Em delação ao MP do Rio de Janeiro, o empresário Roberto de Souza Cruz, sócio da Compillar Entretenimento Prestadora de Serviço, afirmou que um esquema de arrecadação ilegal de recursos para a campanha de Marcelo Crivella, em 2016, foi usado para convencer o senador Romário a apoiá-lo no primeiro turno da eleição, publica O Globo.

Cruz relata ter sido procurado naquele ano por um outro empresário do setor de iluminação. O objetivo da reunião seria marcar um encontro com o tesoureiro da campanha de Crivella, Mauro Macedo, que buscava arrecadar R$ 1,5 milhão com empresas interessadas em contratos futuros com a RioLuz.

Depois de manifestar interesse em fazer parte do esquema, Cruz teria se encontrado então com Crivella em um estacionamento da Igreja Universal em São Gonçalo. O então candidato teria agradecido o empresário pelo apoio.

“Meu querido, obrigado pela sua ajuda, porque estamos precisando da ajuda de vocês para resolver o apoio do Romário”, disse, segundo o delator.

Não há no depoimento as datas dos encontros. O apoio de Romário a Crivella, porém, foi tornado público no dia 21 de setembro de 2016.

O Antagonista

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui