Dia Internacional de luta contra o câncer na Infância

0

Fevereiro é um mês de festas, mas também deve ser lembrado como um mês de cuidados com os pequenos. Nessa linha, o dia 15 foi instituído como o “Dia Internacional de Luta contra o Câncer Infantil”, com o objetivo de deixar um alerta para a doença, que é a principal causa de morte, entre crianças e adolescentes, de 01 a 19 anos, segundo o Instituto Nacional do Câncer (INCA).

Os dados apontam que 12,5 mil novos casos surgem, por ano, no país. Destes, cerca de 6,2 mil crianças são tratadas em hospitais públicos e cerca de quatro mil morrem sem tratamento ou sem ter a doença diagnosticada. A Organização Mundial da Saúde (OMS) prevê que o número de casos de câncer infantojuvenil deve chegar a 600 mil, em todo o mundo, até 2030.

Para o câncer infantojuvenil, não há uma causa específica, em que se possa atuar prevenindo. Por conta disso, é importante estar atento a alguns sintomas importantes como vômitos acompanhados de dores de cabeça, dores nos ossos ou nas articulações, palidez repentina, febre frequente ou persistente, perda de peso, ínguas ou nódulos com crescimento rápido e sem dor, suor excessivo noturno, manchas roxas no corpo ou nas pálpebras e/ou reflexo de olho de gato. Na infância e adolescência, se diagnosticados precocemente, as chances de cura são de 80%.

A Casa Durval Paiva é uma referência, no suporte ao tratamento de crianças e adolescentes, e realiza, desde 2002, a Campanha do Diagnóstico Precoce, divulgando os principais sinais de alerta do câncer infantojuvenil. Além de capacitar os profissionais da saúde e áreas correlatas.

Este ano, a campanha ganhou uma nova roupagem e vai trabalhar um tipo de câncer por mês, dentre os que mais acometem crianças e adolescentes. As ações vão acontecer em escolas, postos de atendimento em todo o Estado, bem como, rádios, TVs e nas redes sociais da Casa, que vai realizar uma live mensal em seu perfil no Instagram com um médico especialista convidado.

O diagnóstico precoce é a principal arma contra o câncer, ou seja, quanto mais cedo for diagnosticado, maiores serão suas chances de cura.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui