Em nota, o Sistema Fiern confirma desligamento de 80 colaboradores por causa da pandemia

0
74

O Sistema Fiern divulgou nesta terça-feira (4) que 80 colaboradores foram desligados devido à crise provocada pela pandemia do novo coronavírus. As demissões atingiram trabalhadores da Federação das Indústrias do Estado do Rio Grande do Norte (Fiern), Serviço Social da Indústria (Sesi), Serviço Nacional de Aprendizagem Industrial (Senai) e do Instituto Euvaldo Lodi (IEL).

O número representa o corte de 13,86% dos colaboradores do Sistema Fiern.
Em nota, o Sistema Fiern lembrou que, no início da pandemia, “publicou a decisão de não desligar, mesmo com a queda de receitas, colaboradores até o mês de julho de 2020”. Ressaltou que “o próprio Sistema ‘S’ no Brasil precisou formalizar desligamentos, suspender serviços e reposicionar metas” e que “agora, infelizmente, também chegou a nossa vez”.

Para tomar tal atitude, o Sistema Fiern considerou ainda “a queda geral de receitas em, aproximadamente, 40% (média comparativa feita em relação ao mesmo período do ano anterior), além de outras medidas de corte e contenção de despesas”.

Explica também que, entre os demitidos, “muitos aderiram ao plano de desligamento voluntário ou dispõem de algum outro vínculo que gera comprovada renda”.

G1/RN

Nota na íntegra:

Com o efetivo início da pandemia do Covid-19, o Sistema FIERN adotou e publicou a decisão de não desligar, mesmo com a queda de receitas, colaboradores até o mês de julho de 2020. A frustração de receita, inclusive, foi maior que a simulação feita em março, quando tudo começou. Por razões que todos conhecem a pandemia afetou empresas e organizações. O próprio Sistema “S” no Brasil precisou formalizar desligamentos, suspender serviços e reposicionar metas. Agora, infelizmente, também chegou a nossa vez.

Alinhado com as diretrizes do Sistema Indústria (CNI/SESI/SENAI/IEL) quanto à nova orientação de atuação do SESI, SENAI e IEL, considerando a queda geral de receitas em, aproximadamente, 40% (média comparativa feita em relação ao mesmo período do ano anterior), além de outras medidas de corte e contenção de despesas, o Sistema FIERN lamenta informar que, nesta data, está formalizando o desligamento de 80 colaboradores, muitos dos quais que aderiram ao plano de desligamento voluntário ou que dispõem de algum outro vínculo que gera comprovada renda.

O Sistema FIERN agradece a todos os colaboradores desligados, ao mesmo tempo em que renova todos seus compromissos de atuação institucional em defesa da indústria e do desenvolvimento econômico.

Natal, 04 de agosto de 2020

FIERN

SESI

SENAI

IEL

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui