Juri Popular de Mossoró condena porteiro a quatro anos de prisão por tentar matar a ex-mulher e o namorado dela

0

O Tribunal do Júri Popular de Mossoró, sob a presidência do juiz Vagnos Kelly de Figueiredo, condenou nesta segunda feira 21 de março o réu Bonifácio Eusébio Albuquerque Neto, o Teté, de 44 anos, a quatro anos de prisão, por tentar matar sua ex-mulher, Alcilene Cosme da Silva e o namorado dela, Francisco Edvan de Freitas

O crime de dupla tentativa de homicídio ocorreu em outubro de 2012, na cidade de Mossoró. A pena deverá ser cumprida no regime aberto sem o uso de tornozeleira eletrônica. A ex-mulher dele chegou a ser baleada durante o atentado e o namorado dela, não foi atingido pelos disparos de arma de fogo. A motivação do ataque criminoso teria sido por causa de disputa pela tutela das filhas do casal.

Na decisão, os jurados, sendo cinco homens e duas mulheres votaram pela condenação do réu por dupla tentativa de homicídio, mas não na sua forma qualificada. Os advogados de defesa e o promotor, afiram que foi feito justiça no caso e que não irão recorrer da decisão.

Fim da Linha

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui