Ministro da Economia defende taxar super-ricos e desonerar empresas; Sugestão é para que a reforma tributária avance no Senado

0

Em franca campanha para ser candidato a senador, o deputado federal Rafael Motta, do PSB e aliado do PT em níveis local e nacional, não poupa críticas ao pré-candidato do PDT, ex-prefeito de Natal Carlos Eduardo Alves. Motta diz que Alves é incoerente, era crítico da gestão da governadora Fátima Bezerra até meses atrás e que votou em Jair Bolsonaro em 2018.

“Na política, a gente tem que ter coerência para sair às ruas e pedir voto e apoio político. Político tem que ter identidade partidária. Coerência é uma qualidade primordial para o político”, declarou Motta em entrevista à TV Ponta Negra. E completou: “As pessoas não sabem qual é a coerência ao longo da história política de Carlos Eduardo”.

O deputado do PSB lembrou que o ex-prefeito de Natal foi adversário do PT nas eleições de 2018, pediu votos para Jair Bolsonaro, era crítico da gestão de Fátima Bezerra até meses atrás e agora quer ser o candidato dos petistas.

Depois de indagar como alguém pode mudar de discurso em tão pouco tempo, Rafael Motta destacou que tem um histórico de coerência, identificação com Fátima Bezerra, com o ex-presidente Lula e com as pautas da esquerda. Lembrou, ainda, que o PSB é aliado do PT também em nível nacional.

Para completar, Motta enfatiza que depois do anúncio do apoio de Fátima a Carlos Eduardo a única coisa que aumentou foi o índice de rejeição à governadora.

BG

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui