Morada da Paz lança transmissão de velórios em 360° com qualidade 4K

0

A pandemia de covid-19 impôs drásticas mudanças ao mundo, como o distanciamento social. O setor funerário foi um dos que precisaram adaptar-se à grave crise sanitária. Presente no RN, PB e PE, o cemitério, crematório e funerária Morada da Paz, uma empresa do Grupo Morada, consolidou a transmissão de velórios on-line, uma realidade implantada em 2001 pela empresa de forma pioneira no Brasil. A empresa continua a inovar e, desta vez, o pioneirismo advém de uma câmera especial, adquirida nos Estados Unidos, que filma, fotografa e transmite, ao vivo, em 360°, com qualidade 4K. O acesso às cerimônias ocorrerá pelo portal do Morada da Memória, por meio de celular, tablet, computador e até de óculos de realidade virtual.

Segundo Eliza Fonseca, gerente de marketing do Grupo Morada, a incorporação da nova tecnologia parte de uma demanda da fiel clientela. “Devido à pandemia, foi preciso recorrer às mídias digitais para incrementar a transmissão dos velórios. As cerimônias, que já eram transmitidas, registraram um crescimento exponencial de acessos. Até então, eram filmadas apenas por uma câmera estática, com foco fixo, em que o cenário não poderia ser movimentado. Agora, o serviço está melhor ainda e será possível observar toda a sala de velório. Além disso, a qualidade de resolução do vídeo evoluiu”, detalha.

Pioneirismo

Esse formato de transmissão não se trata de uma novidade no mercado brasileiro, porém, no funerário, mostra-se inédito, o que representa uma revolução na qualidade desse serviço, endossando as principais características do Morada da Paz: inovação e pioneirismo. “Em 2001, fomos a primeira empresa do Brasil a disponibilizar o serviço de velório virtual. De lá para cá, só avançamos em relação à qualidade da câmera, mas ainda não tínhamos aprimorado o formato”, explica Raniery Melo, analista de marketing digital da empresa.

Ainda de acordo com ele, o objetivo principal é proporcionar uma imersão total no velório às famílias que estejam longe. “Será possível acompanhar quem está presente, ver detalhes das homenagens como as coroas de quem envia flores e assistir a uma celebração religiosa, como forma de poder melhor se despedir do ente querido que está sendo velado. Isso é muito importante, e digo isso por experiência própria. No início da pandemia, minha família vivenciou a perda de alguns membros e, por causa da distância física de alguns familiares, a vinda à cerimônia se mostrava inviável”, contextualiza.

O profissional conta que a tecnologia chegou no momento certo para ser implantada oficialmente como um recurso inovador e revela que gostaria que já existisse para proporcionar uma experiência com mais sentido à sua família. “Essa vivência me motivou a estudar uma maneira de aprimorar a despedida à distância. O resultado disso foi que a empresa trouxe uma tecnologia do exterior, que estará disponível para todas as famílias daqui para frente”, conclui o analista de marketing digital.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui