O choro de Daniel Silveira na cadeia

0

Os dias não tem sido fáceis para Daniel Silveira no Batalhão Especial Prisional (BEP) , a prisão para policiais militares no Rio de Janeiro.

Segundo relato de policiais que atuam na unidade, Silveira chegou nervoso no primeiro dia, mantinha o otimismo de que poderia ser solto.

No segundo dia, entretanto, desarmou e passou a chorar. Tem chorado quase todos os dias.

Silveira também enfrenta um problema com sua cama. Alto, o deputado não cabe na cama que colocaram para ele. Está tendo que dormir encolhido.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui