Opinião: A inesperada “carta na manga” de Walter Alves

0

Analisando o cenário político do momento no Rio Grande do Norte, não é difícil interpretar a movimentação de pedras no tabuleiro do deputado federal Walter Alves. Na política é notório que tem que existir essa previsibilidade e isso faz a diferença entre o bom e o mau político. No xadrez, se avança as pedras com inteligência, se conquista o espaço no tabuleiro, captura o rei, e vence o jogo. Na política, os objetivos são avançados no terreno adversário, enfraquecer os adversários, conquistar espaços políticos, convencer os eleitores e dessa forma, vencer a eleição.

Analisando a jogada do MDB potiguar:

Se Walter Alves se tornar vice de Fátima Bezerra, o MDB aproveitará o potencial de Garibaldi Alves para puxar votos e o lançará a deputado federal. Já o candidato ao Senado na chapa teria de ser negociado. Um dos nomes ventilados e de grande aceitação, é o do deputado estadual Ezequiel Ferreira, presidente da Assembleia Legislativa, mas sua filiação ao PSDB pode ser um entrave. Mas se tratando de política, tudo é possível, e a “carta na manga” de Walter Alves é boa meu caro leitor.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui