Oposição critica efetivação de militar no Ministério da Saúde

0
39

Senadores de partidos de oposição criticou a efetivação do Eduardo Pazuello no Ministério da Saúde. General do Exército, na ativa, ele ocupava o cargo interinamente desde maio quando Nelson Teich pediu demissão. O senador Humberto Costa (PT-PE) citou que nove a cada dez mortes de vítimas do coronavírus ocorreram na gestão atual. Para o parlamentar, que é médico, a efetivação de Pazuello se deve à obediência ao presidente da República, destacando o protocolo emitido pelo Ministério sobre o uso da cloroquina. Já o senador Nelsinho Trad (PSD-MS) defendeu o perfil reservado do ministro e sua especialização em logística. Segundo ele, Pazuello já está pensando no pós-pandemia com a informatização do Sistema Único de Saúde (SUS) e reforço à produção nacional de medicamentos. Saiba Mais na reportagem de Hérica Christian, da Rádio Senado.

Fonte: Agência Senado

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui