Polícia Civil prende 14 suspeitos de integrar organização criminosa e apreende R$ 30 mil em Natal

0

Policiais civis da Delegacia Especializada em Narcóticos (DENARC) de Natal, com apoio da Polícia Federal e do CIOPAER (Centro Integrado de Operações Aéreas do Rio Grande do Norte), deflagraram, nesta quinta-feira (02), a Operação “A Firma”, com objetivo de cumprir mandados de busca e apreensão e mandados de prisão na Comunidade do Paço da Pátria, em Natal. Durante a ação, foram detidos 14 suspeitos, sendo 12 mediante mandados de prisão e dois em flagrante, e aprendidas duas armas de fogo e 30 mil reais.

Os mandados foram cumpridos em desfavor de: Wildson Alves da Silveira, conhecido como “Binho”, “Binho do Paço”, “Binho Beck” ou “Leão”, 31 anos; Marconi Santos da Silva, 41 anos; Ana Paula Souza dos Santos, conhecida como “Paulinha”, 32 anos; Carlos José Gomes da Silva, conhecido como “Júnior do Mereto”, 27 anos; Nathaly Vilar de Souza Noronha, 28 anos; Tayana Vieira de França, conhecida como “Taiane” ou “Grandona”, 32 anos; Anderson Rocha da Costa, conhecido como “Kako”, 20 anos; Alan Delon Costa de Figueredo, 35 anos; Jardilene Gomes da Silva, conhecida como “Leide”, 35 anos; Carlos Wagner Sales Alves, conhecido como “Tourinho”, 29 anos; Thiago Elias de Melo Gosson, 37 anos e João Batista Reus Araujo, 34 anos.

Durante as diligências, foram detidos em flagrante Marcos Venicius Alves dos Santos, 22 anos, que estava soltando fogos como forma de anunciar a chegada das equipes policiais na comunidade, e Getúlio Pereira Nunes dos Santos, 21 anos, em decorrência do crime de posse ilegal de arma de fogo.

Segundo as investigações e operações anteriores deflagradas da comunidade, um detento do sistema penitenciário do Rio de Janeiro estava chefiando a organização criminosa. Ao longo do ano de 2020, foram apreendidos, no Paço da Pátria diversas armas de fogo, materiais explosivos, 19 mil porções de cocaína e 40kg de drogas variadas.

As investigações aconteceram com apoio da Força Tarefa do Ministério da Justiça (FT NUDEM Mossoró/RN – SEOPI) e da Força-Tarefa do Rio de Janeiro (FTSP-RJ). Os presos foram conduzidos à delegacia e, em seguida, encaminhados ao sistema prisional, onde ficarão à disposição da Justiça. A Polícia Civil solicita que a população continue enviando informações de forma anônima, por meio do Disque Denúncia 181.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui