Prefeitura e classe produtiva discutem alternativas econômicas para enfrentar pandemia

0

A Prefeitura Municipal de Mossoró, através do prefeito, Allyson Bezerra, se reuniu nesta sexta-feira (19), de forma remota, com representantes do Sistema Fecomércio, Câmara dos Dirigentes Lojistas de Mossoró (CDL) e Sindicato do Comércio Varejista de Mossoró (Sindilojas) para tratar sobre estratégias e alternativas para a economia local diante da pandemia do Coronavírus.

Reunião discute alternativas para economia na pandemia – Foto: Reprodução

O prefeito Allyson Bezerra destacou que em reuniões com o Governo do Estado já apresentou diversas sugestões para salvar vidas e preservar empregos, bem como levou as demandas da classe produtiva ao Executivo Estadual. “Aqui nessa cadeira tem um prefeito que está disposto a ajudar a classe produtiva, a contribuir diante desse cenário de pandemia vivido por todos nós. Nossa equipe jurídica e econômica trabalhando para apresentar mais formas de ajudar os mossoroenses”, disse ele.

O município de Mossoró publicou nesta quinta-feira, dia 18, no Jornal Oficial de Mossoró (JOM), lei complementar que cria o Programa de Parcelamento Incentivado (PPI). O programa concede parcelamento de dívidas tributárias municipais em até 60 vezes para os contribuientes mossoroenses, além de desconto de até 90%. O serviço pode ser acessado de forma online ou na sede da Secretaria Municipal da Fazenda.

O intuito, segundo Allyson, é ajudar os comerciantes e população no geral a quitar seus débitos com facilidade. “A partir de segunda-feira já começa a funcionar. Nós temos hoje 44 serviços que podem ser acessados de forma online. Esse parcelamento incentivado foi uma alternativa que encontramos para conceder benefício e estamos dispostos a ver outras ações”, complentou o prefeito.

Stênio Max, presidente da CDL Mossoró, enfatizou que “Aqui em Mossoró até agora, o prefeito Allyson tem dialogado diuturnamente com a iniciativa privada, a gente tem acesso total. Está sendo um trabalho em sintonia. Até agora tem dado certo”.

O assessor especial do Sistema Fecomércio, Laumir Barreto, explicou que a instituição tem uma série de sugestões de alternativas econômicas e as apresentou ao Governo do Estado e Prefeitura de Natal. “Nosso compromisso de encaminhar a proposta para a Prefeitura de Mossoró com as adaptações, e ficará aguardando a análise e retorno”, disse ele.

“A gente está diante do mesmo problema. As mortes preocupam a todos nós. As soluções para mitigar os efeitos dessa pandemia é um compromisso e a responsabilidade comum. Que a gente busque juntos, conciliando diferenças, os objetivos comuns e é isso que a gente está buscando”, concluiu Laumir Barreto.

Participaram da reunião, o prefeito de Mossoró, Allyson Bezerra; o procurador-Geral do Município, Raul Santos; o secretário de Planejamento, Frank Felisardo; o secretário de Desenvolvimento Econômico, Franklin Filgueira; o secretário-chefe de Gabinete, Kadson Eduardo; o presidente da CDL Mossoró, Stênio Max; o presidente da Sindilojas Mossoró, Michelson Frota e o assessor da Fecomércio, Laumir Barreto.

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui