Primeiro brasileiro a fazer turismo espacial fala sobre o voo: ‘Missão concluída’

0

O engenheiro Victor Correa Hespanha, de Minas Gerais, acaba de se tornar o primeiro brasileiro civil a viajar para o espaço. Ele compartilhou a emoção com a repórter Renata Capucci.

“Foi fantástico”, contou.

O voo da Blue Origin durou cerca de 11 minutos. Victor, que ocupou o assento número 2 da missão, levou uma bandeira do Brasil no foguete. Ele contou que o seu momento de maior “alívio” foi quando os os paraquedas abriram.

“Eu falei: ‘gente, estou salvo’. Aquele alívio. Realmente, agora, é aproveitar o resto da descida. A missão foi concluída”, lembrou.

Neste domingo (5), o Fantástico vai contar a história do engenheiro mineiro e toda a sua preparação para esse voo. Renata Capucci acompanhou a expectativa desde Belo Horizonte.

Voo adiado

Em maio, a Blue Origin, empresa de turismo espacial do bilionário Jeff Bezosanunciou que o lançamento do foguete com o brasileiro, nos Estados Unidos, precisou ser adiado.

“A gente recebeu um comunicado de que eles estavam fazendo alguns testes de segurança. Comunicaram de uma forma muito espontânea. Para eles, não é uma notícia extraordinária”, contou, em entrevista ao Fantástico.

Na época, Victor contou que não recebeu detalhes da causa do adiamento, mas afirma não ter ficado desanimado com a notícia.

“Existem vários processos de segurança durante esse voo. Algum deles, provavelmente, saiu do padrão. Eles precisam fazer mais testes para ser 110% seguro. Não adianta ser só 100% seguro. Então, acho que a notícia que a gente recebe é com muita alegria, porque, como se trata de segurança, a gente tem que pensar nisso em primeiro lugar acima de qualquer coisa”, conclui.

Victor, que foi escolhido para a viagem após comprar um NFT (token não fungível), será o segundo brasileiro a viajar ao espaço e se juntará a Marcos Pontes, que foi à Estação Espacial Internacional (ISS) em 2006.

G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui