Saúde cancela compra de 15 mil respiradores da China no valor de R$ 1 bilhão

0

A falta de garantia para entrega fez o Ministério da Saúde cancelar uma compra de 15 mil respiradores da China, orçada em R$ 1 bilhão, informou hoje Luiz Henrique Mandetta.

Os fornecedores tinham 30 dias para entregar, mas segundo ministro, poderiam desistir até o último dia do prazo.

“As compras na China estão praticamente todas elas não se confirmando. Tínhamos proposta para trazer 15 mil respiradores. Tinha6 30 dias, e como não deu garantia de trazer, descartamos”, disse.

O ministério está mobilizando a indústria nacional para produzir o equipamento, fundamental para tratar pacientes com Covid-19 em estado grave.

Existem no país apenas quatro fabricantes, com capacidade reduzida. Mandetta disse que a Positivo, Suzano, Klabin, Flex, Embraer, Fiat, White Martins e WEG se dispuseram a ajudar.

Mas até agora, a pasta conseguiu garantir a entrega de 6.500 por uma das fabricantes, a Magnamed.

O Brasil possui 65,4 mil respiradores, sendo que 46,6 mil do SUS.

O ANTAGONISTA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui