Homem condenado pela Justiça a capinar lotes mesmo tendo pé amputado tem pena alterada pelo STF

O ministro Edson Fachin, do Supremo Tribunal Federal (STF), concedeu um habeas corpus para um homem, de Ouro Fino, no Sul de Minas, que tem o pé esquerdo amputado e foi condenado a capinar lotes como serviços comunitários. O pedido para alteração da pena foi negado por todas as instâncias da Justiça e precisou chegar à mais alta Corte do país.

Segundo os documentos do processo, a condenação aconteceu antes da pandemia. Quando a crise sanitária teve início, as prestações de serviços comunitárias foram suspensas. Ao retornarem, o homem foi intimado judicialmente a comparecer para realizar os serviços.

Ainda de acordo com o processo, o homem chegou a comparecer para cumprir a determinação e realizar o serviço de capinar lote, mas, por ter apenas um pé, ele não conseguiu.

Leia mais

Brasileiro é furtado e polícia manda ele definir pena de ladrão no Catar; veja o que ele decidiu

Um brasileiro foi furtado nesta quinta-feira (24) no metrô de Doha e passou por uma situação inusitada na delegacia da capital do Qatar.

O homem, de 32 anos e que não quis se identificar por estar a trabalho na Copa, foi questionado pelo policial responsável sobre qual a pena gostaria de aplicar ao ladrão.

“O capitão da polícia responsável chegou na sala que eu estava e me perguntou se eu queria deportá-lo ou prendê-lo (o criminoso)”, afirmou o brasileiro ao UOL. “Eles sequer haviam identificado ninguém, mas prometeu que o fariam, pois o país é cheio de câmeras”.

Leia mais