Rússia pode não ter disparado míssil contra Polônia, diz Biden

Duas pessoas morreram perto da fronteira com a Ucrânia; presidente americano citou “informações.

Em meio à polêmica em torno do míssil que atingiu a Polônia e matou duas pessoas ontem, Joe Biden afirmou que informações iniciais apontam que o disparo pode não ter sido feito pela Rússia.

“Existe uma informação preliminar que contesta isso. Eu não quero afirmar isso antes de a investigação ser concluída, mas pela trajetória do míssil é pouco provável que ele tenha sido disparado da Rússia”, afirmou o presidente dos Estados Unidos a repórteres, após uma reunião de emergência com líderes do G20 em Bali, na Indonésia.

Leia mais