Ações da Petrobras despencam 57% em 1 mês

0
43

As preocupações com coronavírus afetaram Bolsas pelo mundo todo, e a Petrobras ainda teve outro problema para enfrentar: a disputa entre Arábia Saudita e Rússia, que derrubou os preços do petróleo a patamares de 30 anos atrás.

A conjunção desses dois fatores impactou o preço das ações da Petrobras (PETR3 e PETR4) na Bolsa de São Paulo e fez seus papéis caírem 57% em pouco mais de 1 mês. Em 19 de fevereiro, as ações preferenciais (PETR4) valiam R$ 30,55. Na terça (24), fecharam em R$ 13,25, pegando muitos investidores de surpresa.

UOL

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui