Casos de chikungunya disparam 42% em meio à epidemia de dengue

Os casos de chikungunya no Brasil cresceram 42% em janeiro de 2024, em comparação com o mesmo período do ano passado. O aumento dos casos ocorre no momento em que o país enfrenta uma epidemia de dengue, com 75 mortes pela doença registrados do início do ano até esta quinta-feira (15).

No caso da chikungunya, no primeiro mês do ano foram registrados 29 mil casos prováveis da doença, com 4 mortes confirmadas e outras 30 em investigação. Em janeiro de 2023, foram registrados 20 mil casos prováveis. Os dados constam no painel de monitoramento de arboviroses do Ministério da Saúde.

A chikungunya é considerada uma “prima” da dengue. Isso porque ambas as doenças são transmitidas pelo mesmo mosquito, o Aedes aegypti. Isso significa que as áreas afetadas por uma epidemia de dengue também podem estar em risco de enfrentar um aumento nos casos de chikungunya, especialmente quando há condições favoráveis para a reprodução e propagação desses mosquitos, como água parada e clima quente.

Leia mais

Parnamirim disponibiliza WhatsApp da Dengue e prepara início da vacinação

A Secretaria de Saúde de Parnamirim está disponibilizando um número de WhatsApp para orientações e denúncias sobre possíveis focos de mosquitos aedes aegypti, transmissor da Dengue.

A população pode entrar em contato pelo ☎️ (84) 98893.7888

O município de Parnamirim também prepara, para a próxima quarta-feira (21), uma capacitação para enfermeiros e técnicos das unidades de saúde, sobre a nova vacina contra a Dengue.

Leia mais

Brasil chega a meio milhão de casos de dengue, número quadruplicou em relação ao início de 2023

O Brasil alcançou 512.353 casos prováveis de dengue, de acordo com os dados do Ministério da Saúde divulgados nesta segunda-feira (12). Apenas neste ano, 75 mortes foram confirmadas pela doença e outras 350 estão em investigação.

O número de casos quadruplicou em comparação com o mesmo período do ano passado, quando foram registrados 128.842 casos prováveis de dengue.

O estado de Minas Gerais é o estado com o maior número de casos, com cerca de 171 mil registros. Na sequência, estão São Paulo (83.651), Distrito Federal (64.403), Paraná (55.532), Rio de Janeiro (39.315), Goiás (31.809), Espírito Santo (14.107) e Santa Catarina (12.470).

Leia mais

RN habilita quatro hospitais a realizarem procedimentos de alta complexidade

Por meio de portarias publicadas no Diário Oficial do Estado desta terça-feira (6), o Governo do Rio Grande do Norte habilitou quatro hospitais a realizarem procedimentos de alta complexidade, em uma ação ligada ao Programa Nacional de Redução das Filas de Cirurgias Eletivas, Exames Complementares e Consultas Especializadas (PNRF). As unidades de saúde habilitadas foram: Hospital Regional Dr. Cleodon Carlos de Andrade, Hospital Regional Nelson Inácio dos Santos, Hospital Maria Alice Fernandes, e o Hospital Dr. Mariano Coelho.

Conforme a Portaria-SEI Nº 307, o Hospital Maria Alice Fernandes poderá oferecer assistência de alta com-plexidade em Traumato-ortopedia pediátrica, uma especialidade médica responsável por cuidar, tratar e prevenir distúrbios do sistema musculoesquelético, sejam eles crônicos ou agudos, em crianças. A unidade, localizada na zona Norte de Natal, existe há mais de 24 anos.

Localizado na região Seridó, o Hospital Regional Dr. Cleodon Carlos de Andrade foi habilitado para realização de procedimentos em Alta Complexidade em Traumato-ortopedia, através da Portaria-SEI Nº 305. Unidade de saúde da cidade de Assú, no Oeste do RN, o Hospital Regional Nelson Inácio dos Santos tem agora a autorização para realizar os mesmos procedimentos.

Leia mais

Dia Mundial de Combate ao Câncer: No RN, o senador Styvenson é o parlamentar que mais tem investido no combate a essa doença; são mais de R$ 50 milhões destinados para a prevenção

Hoje é comemorado o Dia Mundial de Combate ao Câncer (04/02), data que tem o objetivo de aumentar a conscientização sobre a doença e incentivar a prevenção, o diagnóstico e o tratamento.

No Rio Grande do Norte, o senador Styvenson Valentim está realizando um trabalho de grandes dimensões na área preventiva ao Câncer. O parlamentar está investindo na construção de dois grandes hospitais de Combate ao Câncer, um em Natal no bairro do Alecrim, o primeiro Hospital Oncológico Pediátrico da Liga no Rio Grande do Norte, e o Centro de Diagnóstico e Ensino na cidade de Currais Novos. São mais de R$ 50 milhões destinados para a prevenção dessa doença.

“Vocês sabem bem que nosso mandato não se resume a discursos vazios, mais sim a ações”, disse Styvenson

Leia mais

Prefeitura de Mossoró intensifica ações de prevenção às ISTs para o Carnaval

Neste mês de fevereiro, a Prefeitura de Mossoró promove campanha educativa voltada à prevenção das Infecções Sexualmente Transmissíveis (ISTs) no período de Carnaval. As equipes da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) intensificarão as ações que já são realizadas ao longo do ano com a promoção de atividades junto às populações de bairros e comunidades de todas as regiões do município.

A campanha objetiva a prevenção e diagnóstico precoce das ISTs. O trabalho acontece por meio de orientações ao público nos equipamentos da rede pública do município e ainda em outros pontos estratégicos durante o período que antecede os festejos carnavalescos.

O Programa Municipal de ISTs/HIV/AIDS e Hepatites Virais disponibiliza testes rápidos, cartilhas e panfletos informativos, preservativos masculino e feminino distribuídos para Unidades Básicas de Saúde (UBSs), Unidades de Pronto Atendimento (UPAs) e empresas privadas. Além disso, equipes compostas por multiprofissionais ofertam à população aconselhamento, palestras educativas e esclarecimento de dúvidas.

Leia mais

Ministério da Saúde espera pico da dengue em meses diferentes nos estados; ações emergenciais devem ir até abril

O Ministério da Saúde (MS) deve iniciar neste sábado (3) as reuniões no Centro de Operações de Emergência (COE) para monitorar a situação da dengue no país. A expectativa é que o monitoramento seja feito de forma mais intensa, durante a fase mais crítica da doença.

O comportamento esperado é que os picos sejam em meses diferentes nos estados.

Em um primeiro momento, a avaliação de integrantes do ministério é de que o centro deve funcionar até abril.

Leia mais

Médico da UFRN conta como foi a preparação para ser aprovado nas principais residências médicas do país

Um dedicado estudante de medicina, agora médico, da UFRN traçou seu caminho rumo ao topo, sendo aprovado nas mais concorridas residências médicas em anestesiologia do país. Motivado pela experiência após realizar o curso SAVeM que tem inspirado diversos médicos potiguares, criado pelo professor Max Alves, escolheu anestesiologia e se lançou em um rigoroso regime de estudos.

Felipe Roham conta como foi a estratégia: concentrou seus estudos em resolver questões de provas anteriores e participou de mais de 50 simulados, preparando-se não só para parte teórica, mas para dominar as perguntas que mais caem nas provas. Ele conta: – Sugiro fortemente fazer cursos preparatórios específicos para sua prova, como PRO ENARE.

O resultado? Primeiro lugar na cobiçada residência do Hospital Albert Einstein, segundo lugar na prestigiosa USP Ribeirão Preto e, como se não bastasse, conquistou também uma vaga na USP São Paulo.

Leia mais